Felicidade sem acesso às Políticas Públicas?

Em uma sociedade marcada, cada vez mais, pela falta de compaixão com o próximo, mais precisamente com aqueles que mais necessitam de ajuda, os(as) alunos(as) do Ensino Médio do Colégio Arquidiocesano de Ouro Preto  participaram de uma atividade, orientada pelo Professor Evaldo, que questionava a possibilidade de  se alcançar a felicidade sem acesso às Políticas Públicas.

A reflexão teve como inspiração o tema da Campanha da Fraternidade (CF), apresentada anualmente pela CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e que, em 2019, versa sobre o tema “Fraternidade e Política Públicas” e o lema “serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27).

Após apresentar as silhuetas que compõem o cartaz da CF e seus respectivos significados, o professor estimulou os alunos e alunas a assumirem o protagonismo de cidadãos, perante uma sociedade marcada pelo dualismo da caridade e da justiça, em contraposição aos males das injustiças e discórdias existentes.

Participar ativamente na construção de uma sociedade justa, fraterna e solidária, preservando-a de ser excludente, estimula o diálogo com outras realidades e incentiva o humanismo e o protagonismo por meio de ações concretas que culminaram em um produto final confeccionado pelos discentes: criação e socialização de vídeos representando sentimentos de felicidade, fraternidade e viva cooperação de uns para com os outros, dentro da comunidade escolar.