Para construir um jardim, não basta ter um sonho

“Eu já estou com o pé nessa estrada
Qualquer dia a gente se vê
Sei que nada será como antes amanhã
Que notícias me dão dos amigos?
Que notícias me dão de você?
Sei que nada será como está, amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol…”
( Milton Nascimento e Ronaldo Bastos)

 

A Prezadíssima aluna Luiza Almeida Brandão, com alegria e delicadeza, compartilha com os que compuseram a trajetória escolar dela, no Colégio Arquidiocesano, um momento muito importante: a Formatura.

No texto em que Luiza faz as devidas homenagens, ela evidencia a própria formação, analogamente, aos jardins nos quais um dia entrou. Deles, ela coletou mudas, diversidades, belezas e cores que aos cuidados dela, hoje, compõem o seu próprio jardim.

Parafraseando a comparação feita por esta Jovem Formanda em Medicina, todos e todas do Colégio Arquidiocesano têm, Você, Luiza, como uma flor que se tornou fruto bom, de rara beleza de sentimento e que, certamente, está apta a gerar mudas de bem-viver!

Haja vista que, pela escolha da profissão e pela formação, assim como as flores de um “Lindo Jardim” e mais ainda, das raízes que lhe são fortes, referências e responsáveis por sua existência, ensinaram-lhe a cultivar a vida!

Parabéns pela Formatura e os melhores sentimentos para esta linda e raríssima flor que tem uma história no “jardim” do Colégio Arquidiocesano!