Mensagem de Dom José Airton dos Santos à Arquidiocese de Mariana

27 de abril de 2018

Amados irmãos e irmãs da Arquidiocese de Mariana,

A paz esteja convosco!

UT FACIAM DEUS VOLUNTATEM TUAM

“Para fazer, ó Deus, a tua vontade!”

Dois dias atrás foi publicada a notícia de minha nomeação para essa querida Arquidiocese de Mariana. Expressando as palavras contidas em meu lema episcopal, respondi, em meu coração, e nas palavras que enviei ao Santo Padre, o Papa Francisco, ao chamado que me fez nomeando-me para o governo pastoral da Arquidiocese de Mariana.

Saúdo, com sentimentos de fraterna estima e respeito, o Exmo. e Revmo. Dom Geraldo Lyrio Rocha, nosso Arcebispo Emérito na querida Arquidiocese de Mariana, augurando-lhe toda felicidade e paz. Querido Dom Geraldo, conto com suas orações e proximidade para me ajudar a fazer a vontade de Deus no meio do povo querido da Arquidiocese de Mariana.

Saúdo, os Excelentíssimos Srs. Bispos da Província Eclesiástica, os que estão à frente do trabalho de pastorear a grei do Senhor e, com reverência e respeito, os que já são eméritos e estão conosco.

Saúdo com afeto paternal, os Padres, Diáconos e seminaristas da Arquidiocese. Desde o primeiro momento, vos tenho em minhas orações e em meu coração. Saúdo e acolho com grande esperança e gratidão, as Religiosas, os Religiosos e todos os consagrados que estão presentes e fazem parte da vida eclesial de nossa querida Arquidiocese.

Com grande alegria e esperança, olho para a Igreja de Mariana, com sua história e presença evangelizadora, na vida do nosso País e vislumbro a grande missão que está diante de todos nós, que a constituímos como Corpo de Cristo, como porção do povo de Deus, colocada por Ele, na história, para ser sinal de salvação, de libertação, de vida plena para todos os seus filhos.

Com sentimentos de pastor, saúdo a imensa multidão dos cristãos leigos, que dia a dia testemunham o grande amor de Deus. Amados irmãos, vamos trabalhar para que o Senhor Jesus Cristo seja conhecido, amado, respeitado. Vamos nos esforçar e nos ajudar mutuamente para que o Evangelho chegue a todos e, para isso, somos chamados a queremos viver como discípulos-missionários. É isso que nos inspira o Papa Francisco, na Exortação Apostólica, Evangelii Gaudium, n. 21: “A alegria do Evangelho, que enche a vida da comunidade dos discípulos, é uma alegria missionária. Experimentam-na os setenta e dois discípulos, que voltam da missão cheios de alegria (cf. Lc 10, 17).

Com sincero gesto de reconhecimento, saúdo as autoridades constituídas e todos os que em nossa Arquidiocese de Mariana, desenvolvem ações e assumem encargos e serviços em prol da população. Especialmente saúdo os que trabalham diretamente em benefício dos menos favorecidos, dos pobres e dos que estão à margem da vida.

Aos que pertencem a outras comunidades cristãs e a outras Igrejas e Denominações; a todos os que crêem em Deus e a todos os de boa vontade, saúdo e cumprimento em Cristo, Caminho, Verdade e Vida.

Saúdo com respeito a todos os profissionais da educação, da saúde, dos meios de comunicação; saúdo os que estão no campo da política e nela, se esforçam em promover a dignidade dos mais sofridos e se empenham em tudo o que favorece o bem comum.

Saúdo aqueles que, dia a dia, lutam para sobreviver: os pobres, os doentes, os desempregados e tantos outros rostos sofredores. Esta saudação seja a expressão da solidariedade, da fraternidade e de minha proximidade espiritual.

Por fim, acolho e abraço a todos para, juntos, trilharmos o caminho da vida cristã e darmos o testemunho que o mundo necessita. Para isso, cada pessoa, lá onde Deus a colocou, viva na certeza de que me coloco disponível ao serviço do Evangelho e da Igreja.

Com uma especial benção, a todos, me despeço!

Até breve!

 

Dom Airton José dos Santos