QUEM SÃO OS PROTESTANTES DAS RUAS E AONDE QUEREM CHEGAR?

Na ocasião em que o Brasil sedia a Copa das Confederações, milhares de pessoas saíram às ruas de várias cidades brasileiras, dentre elas São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, Ouro preto, Mariana para se manifestarem, de início, contra o aumento das tarifas de transporte público. No entanto, o aumento de vinte centavos foi apenas o início, uma vez que a população reivindica melhores condições na educação, na saúde e se manifesta contra a corrupção no sistema político do Brasil.

Levando em consideração a presente situação na qual o país se encontra, as turmas do Ensino Fundamental Anos Finais, nas aulas de Ética e Cidadania, tomaram como objeto de estudo e reflexão a atitude que estes cidadãos brasileiros têm expressado nos últimos dias.

O contexto no qual as manifestações acontecem é muito sugestivo: a Copa das Confederações. Com isto, foi feita uma analogia das pessoas que estão se manifestando nas ruas com os três tipos de pessoas que, segundo o filósofo Pitágoras de Samos, compareciam aos Jogos Olímpicos, que eram a festa mais importante da Grécia.

  1. Se durante os Jogos Olímpicos havia pessoas que iam para comercializar, estando ali apenas para servir aos seus próprios interesses, sem preocupação com as disputas e os torneios, podemos dizer que nas manifestações, também, estão presentes pessoas que simplesmente estão ali por estarem. E, assim, são apenas mais uma fruta no balaio.
  2. Se nos jogos olímpicos havia aqueles que iam para competir, isto é, os atletas e artistas, nas manifestações podemos dizer que existem aqueles que vão para usar a força física e “vandalizar”.
  3. E, por último, há os que iam para contemplar os jogos e torneios, para avaliar o desempenho e julgar o valor dos que ali se apresentavam. Esse terceiro tipo de pessoa era considerado por Pitágoras como “filósofo”. Esse conceito pode ser aplicado às pessoas que estão presentes nas manifestações e têm consciência de seu objetivo.

Portanto, os protestos nas ruas devem ter uma ressonância maior e chegarem até às urnas, em todas as instâncias de decisão: municipal, estadual e federal. Já que é nas urnas que o povo mostra seu poder de manifesto real, enquanto cidadão de vida política ativa na nação brasileira.

1 DSC01974 DSC01976 DSC01977 DSC01978 DSC01979 DSC01980