Setembro Amarelo no CAOP

Estudantes do 9.° Ano do Ensino Fundamental – Anos Finais e do Ensino Médio do Colégio Arquidiocesano de Ouro Preto participaram de uma Palestra sobre o tema do suicídio com o Psicólogo e Padre: Magno José Raimundo Murta.

A atividade aconteceu no Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, 10 de setembro. Esta faz parte da campanha Setembro Amarelo, criada em 2014, por uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV) — uma ONG voltada à prevenção e apoio emocional em relação ao suicídio — em parceria com o Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria.

Estatísticas demonstram que no Brasil, a faixa etária mais preocupante engloba jovens entre 15 e 25 anos, por isso, sugere-se que a prevenção comece ainda na infância. Nesse sentido, a escola tem uma significativa parcela de responsabilidade diante desse processo.

Padre Magno ponderou que na idade escolar, a percepção do suicídio como forma de findar o sofrimento pode estar relacionada a outras adversidades enfrentadas pelo jovem, seja dentro, seja fora da escola.

Questões como comparações, relações familiares conturbadas, entre outras, podem estar na “raiz” do problema.

Nesse sentido, foram apresentadas situações que estimulam os (as) estudantes a combater processos de estigma e de discriminação relacionados ao assunto por meio do diálogo e identificação de possíveis fatores de risco.

Portanto, abordar a questão do suicídio na escola é uma tarefa delicada, porém, de grande relevância na promoção e conscientização de toda a comunidade escolar a respeito da seriedade do assunto e, claro, colaborar para prevenir o ato.

A Vida é uma dádiva de Deus! Cuidar e preservá-la são atos de amor!