Ensino Fundamental – Anos Finais

O Ensino Fundamental – Anos Finais objetiva promover os elementos que contribuam para aprofundar os conhecimentos adquiridos durante o Ensino Fundamental I e aprimorar o processo de formação do sujeito, possibilitando o acesso à autonomia intelectual e moral.
De acordo com a LDB, o Ensino Fundamental II tem por objetivo a formação básica do cidadão mediante:
  1. O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo, posicionando-se de maneira crítica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais;
  2. a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
  3. o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição do conhecimento e habilidade e a formação de atitudes e valores;
  4. o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se as senta a vida social.”
  5. o desenvolvimento do conhecimento ajustado de si mesmo e o sentimento de confiança em suas capacidades afetiva, física, cognitiva, ética, estética, de inter-relação pessoal, de inserção social para agir com perseverança na busca do conhecimento;
  6. a compreensão da cidadania como participação social, política, assim como o exercício dos direitos e deveres políticos, sociais e civis, adotando no dia-a-dia atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeito ao outro e exigindo para si o mesmo respeito;
  7. além desses, é relevante estimular a pesquisa como instrumento no processo de ensino-aprendizagem, percebendo-a como prática social viva, dinâmica e processual por professores e alunos no cotidiano em sala de aula, sabendo utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos.
Nesta linha de raciocínio, o Ensino Fundamental deve estar voltado para o sujeito, respeitando seus desejos, interesses, sua história de vida, suas possibilidades; como também estimulando sua criatividade, espírito crítico,
atitudes reflexivas e transformadoras.

Currículo

Pensando o currículo como uma construção histórica e social, o mesmo traduz os diferentes interesses em disputa, produzindo e reproduzindo as relações sociais desiguais que caracterizam as sociedades contemporâneas.
Pensar o currículo a partir desse campo conceitual possibilita legitimar e ou contestar valores, saberes e culturas. Neste sentido, o currículo se transforma igualmente em um importante instrumento de negociação política entre os diferentes atores (professor, aluno e comunidade) envolvidos no processo de ensino aprendizagem, tendo como
eixos estruturais: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.
Acredita-se que a construção do currículo se dá através da interação entre o refletir e um processo que compreende o planejamento, a ação e a avaliação, tudo integrado em pesquisa e ação.
O currículo está dividido em três grandes áreas onde cada uma engloba várias disciplinas:
  1. Linguagens (Língua Portuguesa, Artes, Educação Física, língua estrangeira, Ensino religioso);
  2. Ciências da natureza e matemática (Ciências e Matemática);
  3. Ciências humanas (Geografia, História, Ética e cidadania).

Competências e habilidades

Língua Portuguesa

  • Reconhecer as linguagens como elementos integradores dos sistemas de comunicação e construir uma consciência crítica sobre os usos que se fazem delas.
  • Construir um conhecimento sobre a organização do texto em LEM e aplicá-lo em diferentes situações de comunicação, tendo por base os conhecimentos de língua materna.
  • Compreender a arte e a cultura corporal como fato histórico contextualizado nas diversas culturas, conhecendo e respeitando o patrimônio cultural, com base na identificação de padrões estéticos e cinestésicos de diferentes grupos socioculturais.
  •  Compreender as relações entre arte e a leitura da realidade, por meio da reflexão e investigação do processo artístico e do reconhecimento dos materiais e procedimentos usados no contexto cultural de produção da arte.
  • Compreender as relações entre o texto literário e o contexto histórico, social, político e cultural, valorizando a literatura como patrimônio nacional.
  • Utilizar a língua materna para estruturar a experiência e explicar a realidade.
  • Analisar criticamente os diferentes discursos, inclusive o próprio, desenvolvendo a capacidade de avaliação de textos.
  • Reconhecer e valorizar a linguagem de seu grupo social e as diferentes variedades do português, procurando combater o preconceito linguístico.
  • Usar os conhecimentos adquiridos por meio da análise linguística para expandir sua capacidade de uso da linguagem, ampliando a capacidade de análise crítica.

Educação Física

A Educação Física, enquanto área curricular, estabelece um quadro de relações com as que com ela partilham os contributos fundamentais para a formação dos alunos ao longo da escolaridade. O essencial do valor pedagógico dessas relações reside nos aspectos particulares da Educação Física, materializado no conjunto de contributos e de riquezas patrimoniais específicas, que não podem ser promovidas por qualquer outra área ou disciplina do currículo escolar. Trata-se, como em muitas outras facetas do desenvolvimento humano.

A Educação Física é a área do conhecimento que introduz e integra os alunos na cultura corporal do movimento com finalidade de lazer, de expressão de sentimentos, afetos e emoções, de manutenção e melhoria da saúde.

Arte

A manifestação artística tem caráter de busca de sentido, criação, inovação. Essencialmente, por seu ato criador, em qualquer das formas de conhecimento humano, ou em suas conexões, o homem estrutura e organiza o mundo, respondendo aos desafios que dele emanam, em um constante processo de transformação de si e da realidade circundante. Dessa forma  no ensino fundamental, propiciaremos um caminho pelo qual o aluno poderá aprimorar seus conhecimentos e sua competência estética e artística sabendo, apreciar, desfrutar, valorizar e julgar a produção artística de distintos povos e culturas.  É importante que, no transcorrer do caminho,  os alunos, progressivamente, adquiram competências de sensibilidade e de cognição nas diversas linguagens artísticas diante da própria produção   e no contato com o patrimônio artístico de sua região, exercitando sua cidadania cultural com qualidade.

Matemática

O aprendizado da Matemática no Ensino Fundamental deve levar o aluno a:

  • Identificar os conhecimentos matemáticos como meios para compreender e transformar o mundo `a sua volta;
  • Perceber que a disciplina estimula o interesse, a curiosidade, o espírito de investigação e desenvolvimento da capacidade  para resolver problemas;
  • Fazer observações em sua realidade em relação aos aspectos quantitativos e qualitativos, com uso dos conteúdos matemáticos;
  • Resolver situações-problemas adotando estratégias, desenvolvendo formas de raciocínio e processos como intuição, indução, dedução, analogia, estimativa;
  • Utilizar conceitos e procedimentos matemáticos, bem como recursos tecnológicos disponíveis, diante de uma situação-problema;
  • Apresentar resultados e sustentar argumentos por meio da linguagem oral e escrita;
  • Desenvolver a auto-estima e a perseverança na busca de soluções;
  • Interagir com os colegas de modo cooperativo, aprendendo a trabalhar em conjunto na busca de soluções e outros.

Ciências Naturais

Em busca do desenvolvimento de uma cidadania planetária, calcada sobre a ética das relações, no respeito à pluralidade cultural, e no ambiente em que vive, bem como na formação de um sujeito com a plasticidade necessária para manter-se saudável e integrado à sociedade onde está inserido, o eixo norteador das Ciências Naturais no Ensino Fundamental Anos Finais é a Natureza em continuidade ao Ensino Fundamental Anos Iniciais. Esse eixo é alicerçado por quatro blocos temáticos: Terra e Universo, Vida e Ambiente, Ser Humano e Saúde, Tecnologia e Sociedade.

História

Na atualidade, o estudo da História busca o rompimento com o tradicionalismo das propostas anteriores, desenvolvendo uma abordagem historiográfica baseada em uma temática ligada à história social, cultural e do cotidiano. Isto tende a possibilitar uma visão mais abrangente do contexto histórico. Procura-se  dessa forma desenvolver o trabalho da disciplina no sentido de fazer aparecer protagonistas na História que antes permaneciam anônimos, de fato pretende-se com isso valorizar o homem e mostrar que este é agente atuante na formação de sua história e da sociedade  em que se encontra inserido.

Geografia

A Geografia tem por objetivo estudar as relações entre o processo histórico na formação das sociedades humanas e o funcionamento da natureza por meio da leitura do lugar, do território, a partir de sua paisagem. Na busca dessa abordagem relacional, trabalha com diferentes noções espaciais e temporais, bem como com os fenômenos sociais, culturais e naturais característicos de cada paisagem, para permitir uma compreensão do processual e dinâmica de sua constituição, para identificar e relacionar aquilo que na paisagem representa as heranças das sucessivas relações no tempo entre a sociedade e a natureza em sua interação.

Ensino Religioso

O Ensino Religioso, proposto por esse Projeto Político Pedagógico, busca:

  • Lidar e interagir com a complexidade do fenômeno religioso.
  • Despertar a própria religiosidade a partir dos referenciais oferecidos, que possibilitem o discernimento para a ampliação das potencialidades de vida.
  • Interessar-se pelo diálogo inter-religioso para a convivência saudável e a construção de uma sociedade mais justa e solidária.
  • Despertar a dimensão do transcendente e sua interação com os outros aspectos da vida, sensibilizando-se para a grande importância da relação com o outro e para a ajuda e empreendedorismo necessário na concretização do projeto existencial e no desempenho da função social.
  • Vivenciar experiências que transcendam o cotidiano e auxiliem na busca, abertura e construção de um projeto que dê sentido à vida.

Ética e Cidadania

Competências e Habilidades a serem objetivadas em Ética e Cidadania:

  • Compreender as configurações de pensamento, de sua constituição histórica e de seu funcionamento interno, tendo em vista a constituição de sistemas de referência.
  • Entender a reflexão crítica como processo sistemático e interpretativo do pensamento.
  • Desenvolver procedimentos próprios do pensamento crítico: apreensão e construção de conceitos, argumentação e problematização.
  • Desenvolver métodos e técnicas de leitura e análise de textos.
  • Produzir textos analíticos e reflexivos.
  • Desenvolver a discussão oral de modo sistemático.
  • Adquirir e reutilizar (transferir) conhecimentos, conceitos e procedimentos.
  • Desenvolver atitudes de solidariedade, respeito e tolerância pelas diferenças  pessoais, repudiando toda forma de injustiça e discriminação.