Visita Orientada à Copasa: Estação de tratamento de águas fluviais dos córregos Ressaca e Sarandi

Preservar a água e garantir sua qualidade tem sido uma preocupação recorrente nos dias atuais. Isso porque seu uso irracional e a poluição frequente das nascentes e dos rios tem trazido sérios problemas ambientais que prejudicam a preservação da VIDA em diferentes ecossistemas.

Como parte das atividades práticas em Ciências, os(as) alunos (as) do 6º ano  do Ensino Fundamental-Anos Finais visitaram a Estação de tratamento de águas fluviais dos córregos Ressaca e Sarandi.

A referida unidade da COPASA é responsável pelo tratamento dos córregos (Ressaca e Sarandi) que desaguam na Lagoa da Pampulha, ilustre cartão postal de Belo Horizonte.

Durante a atividade, os(as) discentes puderam observar as técnicas utilizadas em todo o processo, desde o tratamento preliminar para retirada de sólidos grosseiros (móveis velhos, garrafas PETs, carcaças de animais jogados nos rios) até a etapa de disposição final onde a água é encaminhada para a Lagoa da Pampulha.

Com esse procedimento realizado pela COPASA, a Lagoa recebe água rica em oxigênio, garantindo assim a sobrevivência dos peixes e demais seres vivos que ali vivem.

Salienta-se que a Visita Orientada possibilitou a sensibilização dos(as) alunos(as) quanto ao cuidado em relação a esse recurso essencial à VIDA e que para isso, é fundamental ao homem uma mudança IMEDIATA de postura.